Avaliação da integração de plataformas e-learning no ensino secundário

  1. Francisco Javier Tejedor Tejedor 1
  2. Ana García-Valcárcel Munoz-Repiso 1
  3. Eusébio Ferreira da Costa
  1. 1 Universidad de Salamanca
    info

    Universidad de Salamanca

    Salamanca, España

    ROR https://ror.org/02f40zc51

Journal:
Revista Iberoamericana de Educación

ISSN: 1681-5653 1022-6508

Year of publication: 2012

Volume: 58

Issue: 4

Type: Article

DOI: 10.35362/RIE5841414 DIALNET GOOGLE SCHOLAR lock_openOpen access editor

More publications in: Revista Iberoamericana de Educación

Metrics

Cited by

  • Dimensions Cited by: 4 (14-01-2024)

CIRC

  • Social Sciences: B

Dimensions

(Data updated as of 14-01-2024)
  • Total citations: 4
  • Recent citations (2 years): 2

Abstract

This article presents a study on the integration of e-learning platforms in secondary schools in the north of Portugal. Theresultsfocus one-learningplatforms which are beingusedin secondary schools, the importancethat teachersattach toe-learning and teacher trainingin ICT/ e-learning. To go further, we will analyse the relationshipthat exists betweenteacher trainingin ICT/ e-learning and the useof these tools, on the one hand, and the relationshipbetweenteacher trainingin ICT/ E-learning and theimportance attached to it, on the other hand.Eventually, the advantages, the difficulties andthemost used resourcesin LMS will be discussed.

Bibliographic References

  • AMARAL, L. & LEAL, D: (2006): «From Classroom Teaching to e-learning: The way for a strong definition», C.a.I. WMSCI World MultiConference on Systemics.
  • BATES, A. (2001). National Strategies for e-Learning in Post-Secundary Education and Training. UNESCO International Institute for Educational Planning. Paris.
  • COSTA, E. (2010). Avaliação da integração de plataformas elearning no ensino secundário. Tese de Doutoramento. Universidade Salamanca.
  • COUTINHO, C. (2007): Cooperative Learning in Higher Education Using Weblogs: A Study with Undergraduate Students of Education in Portugal. Proceedings of the 5th International Conference on Education and Information Systems, Technologies and Applications (EISTA 2007). Orlando. EUA.
  • COUTINHO, C & LISBÔA, E. (2011). Perspetivando modelos de formação de professores que integram as TIC nas práticas letivas: um contributo para o estado da arte. Proceedings of ICEM&SIIE´11 Joint Conference. Consultado em [Janeiro, 2012] em http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/14800.
  • DIAS, P. et al. (2004): E-learning para e-formadores. Braga, TecMinho.
  • EÇA, T. (1998): NetAprendizagem– A Internet na Educação. Porto. Porto Editora.
  • GARCÍA-VALCÁRCEL, A.(coord). (2009): LA INCORPORACIÓN DE LAS TIC EN LA DOCENCIA UNIVERSITARIA: Recursos para la formación del profesorado. Barcelona, Editorial davinci.
  • JONASSEN, D. (2007). Computadores, Ferramentas Cognitivas. Porto, Porto Editora.
  • LIMA, J & CAPITÃO, Z. (2003) E-learning e e-conteúdos: Aplicações das teorias tradicionais e modernas de ensino e aprendizagem à organização e estruturação de e-cursos. Vila Nova Famalicão, Centro Atlântico.
  • LISBÔA, E. et al. (2009). LMS em Contexto Escolar: estudo sobre o uso da Moodle pelos docentes de duas escolas do Norte de Portugal. Revista Educação, Formação & Tecnologia, vol. 2 (1), Maio. pp. 44-57. Consultado em [Agosto, 2010] em http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/9428
  • MATOS, J. (2004). As Tecnologias de Informação e Comunicação e a Formação Inicial de Professores em Portugal: Radiografia da Situação em 2003. Centro de Competência Nónio Século XXI da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Lisboa
  • MIRANDA, G. L (2007). Limites e possibilidades das TIC na educação. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 3, pp. 41-50. Consultado em [Outubro, 2007] em http://sisifo.fpce.ul.pt
  • MORAN, J. (2007): A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. Campinas, Papirus.
  • PERALTA, H.& COSTA, F. (2007). Competência e confiança dos professores no uso das TIC. Síntese de um estudo internacional. Sísifo/Revista de Ciências da Educação, nº3 mai/ago 07, p. 77-86.
  • ROSENBERG, M. (2006): Beyond E-Learning. Pfeiffer.
  • SAMPAIO, P. & COUTINHO, C. (2011). FORMAÇÃO CONTÍNUA DE PROFESSORES: INTEGRAÇÃO DAS TIC.Revista da faculdade de educação. Ano IX nº 15 Jan/Jun, p. 139-151. Consultado em [Janeiro, 2012] em http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitsteam/1822/13651/1/139_151.pdf.
  • SILVA, B. (2011). Plano tecnológico da Educação em Portugal: Análise dos Relatórios dos Planos TIC. (no ano de lançamento, 2006-2007). Consultado em [Janeiro, 2012] em http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/14369
  • SILVA, F. & MIRANDA, G. (2005).Formação Inicial de Professores e tecnologias. In: P. Dias & Freitas V. Atas da IV Conferência Internacional Challenges. Braga. CC Nónio Sec – XXI, UM, p. 593-606.
  • TEJEDOR, F. & ETXEBERRIA, J. (2006): Análisis Inferencial de Dados en Educatión. Muralla.